Resolver dívida com mais dívida... Not a wise choice Portugal...



Alguns anos passaram, mas os problemas permanecem os mesmos. Quando começámos este blog a falar da falência do estado europeu e um pouco por todo o mundo ouvimos várias vozes discordantes. O que é um facto é que aconteceu, aos olhos de toda a gente, camuflada nos dias de hoje pela manipulação dos bancos centrais, que emitem moeda do ar para comprar dívida dos estados, o chamado monetarizar a dívida... algo que eles desmentem fazer... talvez por ser algo que não está nos seus mandatos.

De qualquer forma alguns anos passaram e nada mudou, apenas piorou. Portugal hoje anunciou, além de juros historicamente baixos (fruto não da economia, mas do BCE e suas políticas ridículas de baixas de juro, penalizando fortemente toda a economia e criando uma bolha gigante de crédito e mal alocação de capital) que conseguiu ainda mais dívida:

Portugal emite mais dívida que o previsto com juros em mínimos históricos

Ora os políticos e comentadores do sistema ficam contentes pelo facto, mas o que é o maior facto e isto sim deveria ser falado em todo o lado é que Portugal é o QUARTO PAÍS MAIS ENDIVIDADO DO MUNDO, tendo em conta dívida privada, dívida estatal e dívida externa. Isto é uma perfeita idiotice que vai terminar mal para os portugueses, que já viram os impostos subir para níveis que envergonhariam o próprio Laffer (curva de Laffer), onde não se importou pagar o que tinha e não tinha (ao menos os Gregos bateram o pé e exigiram pagar de todos os juros menores dos intervencionados...) e não desalavancou, muito pelo contrário, alavancou para níveis completamente ABSURDOS.

Deixamos o alerta, e voltamos a escrever, para continuar a alertar para este grave problema e para começar a ser falado na comunicação social e pela sociedade... isto sim devia ser tema de conversa de café pois um dia vai-se acordar e os biliões que os portugueses andaram a colocar em certificados vão levar um CUT brutal... depois vão bater à porta de quem? Quem é o Estado??!!!???

Ficam algumas imagens elucidativas para se reflectir.



0 Comentários: