O que pode acontecer depois do Euro?


Aqui fica um artigo interessante com um cenário possível de desmembramento da Zona Euro.

Para Portugal, ficar no Euro é o menor dos males. É melhor do que voltarmos a um novo "Escudo", porque tal como nos anos 80 (antes de haver alguma perspectiva de aderirmos à moeda europeia), muito provavelmente voltaríamos a ter um banco central pouco independente perante o poder politico, o que poderia significar voltar a taxas de inflação de dois dígitos. Ao menos, no Euro, como o BCE é controlado pelos alemães, que nunca esqueceram a hiper-inflação dos anos 20, o compromisso com uma inflação baixa é levado a sério.

O que eu queria mesmo para Portugal, embora reconheça que não é muito realista que se venha a concretizar, num futuro próximo, é que o estado se desligasse da criação de moeda, e adoptássemos um sistema de free banking.

"Freedom can run a monetary system as superbly as it runs the rest of the economy. Contrary to many writers, there is nothing special about money that requires extensive governmental dictation." - Murray Rothbard - "What Has Government Done to Our Money?"

0 Comentários: