Uma Boa Decisão de Um Político (Finalmente! Mesmo que seja por razões erradas...)

Em primeiro lugar, ninguém deve ter dúvidas de que a decisão de convocar um referendo, por parte do primeiro-ministro grego, foi causada pela tentativa de "lavar as mãos" sobre qualquer que venha a ser o futuro do país.

Apesar disso, considero que o referendo é uma decisão melhor do que aceitar cegamente o acordo imposto pela União Europeia/FMI, porque ao menos dá-se voz à maioria daqueles que realmente vão pagar as consequências de qualquer que seja a decisão tomada: aceitar o acordo da União europeia, em que continua a haver crédito mas têm de ser impostas medidas de austeridade, com cortes de despesa e mais aumentos de impostos, enquanto a economia vai morrendo aos poucos; ou, rejeitar o acordo, declarar bancarrota, deixar o Euro, e ver o mercado de crédito fechar-se, mas voltar a página e permitir que comece o ajustamento inevitável .

Se eu fosse grego, votava NÃO ao acordo com a UE/FMI! Quanto mais cedo se aceitar a realidade, que é a falência da Grécia, punindo aqueles que fizeram maus empréstimos, melhor!

0 Comentários: