Porque é que não estamos no começo de uma grande recuperação económica!

Segue um quadro comparativo entre a situação entre Agosto de 1982 (quando a economia americana bateu no fundo da recessão da altura) e final de 2009, retirada daqui, que põem em causa as notícias dos meios de comunicação social e a sustentabilidade das subidas registadas nas bolsas, no ano passado.


Nota: em 1982, o Fed (apoiado pelo presidente Reagan) seguiu uma política que levou ao aumento das taxas de juro, acelerando a liquidação dos maus investimentos (essa é a função das depressões), libertando recursos para actividades geradoras de riqueza, dando início à pujança económica americana dos anos 80. Em 2009, a política foi muito diferente.

0 Comentários: