"Pirataria não é roubo"

Esta declaração, vem no sentido de uma discussão crescente, muito interessante, no meio dos defensores de uma sociedade mais livre, pondo em causa as leis de patentes e de propriedade intelectual.

O argumento teórico contra, que eu apresento de forma simplista, diz que apenas há justificação para direitos de propriedade privada sobre algo que é escasso. As palavras e as ideias não são escassas, dado que por uma pessoa ter uma determinada ideia isso não impede outra de ter a mesma ideia, enquanto que, por exemplo, se alguém for dono de uma determinada caneta, mais ninguém pode ser dono da mesma caneta. Para conhecerem melhor esta posição, visitem http://www.stephankinsella.com/ e http://freeculture.org/.


Os argumentos a favor já são bem conhecidos...

1 Comentários:

Rui disse...

Este assunto pode ser melhor explicado sob a forma de uma canção: http://www.youtube.com/watch?v=IeTybKL1pM4
:)