Um Mau Exemplo - Argentina


Há um século atrás, na Europa e nos EUA, usava-se o termo "rico como um argentino" para designar um homem abonado pela fortuna (e não estavam a ser irónicos). Hoje parece estranho, mas, em 1914, a Argentina era o 2º país do mundo em termos de urbanização e, em 1929, só perdia para a Inglaterra em número de carros per capita.

O estado pouco interventivo, e a economia aberta ao comércio exterior permitiu que o país prosperasse até à Grande Depressão dos anos 30. A partir daí, os políticos encarregaram-se de estragar um dos países mais ricos do planeta, reduzindo-o ao nível do terceiro mundo. Pobre Argentina, fizeram-lhe de tudo, proteccionismo, ditadores populistas, ditaduras militares, hiperinflações, monopólios estatais, guerra...

Para maior detalhe, pode-se ler aqui.

PS: comparando o que levou ao falhanço da Argentina e o que propõem os partidos em Portugal, todos defendem alguma forma de subsídios aos produtores nacionais (é um forma de proteccionismo); os partidos da extrema esquerda almejam a constituição de uma ditadura dos trabalhadores; muitas das políticas propostas, se fossem realizadas e tivessemos a nossa própria moeda, levariam a uma hiperinflação; os partidos de esquerda defendem nacionalizações e grandes monopólios estatais.

0 Comentários: