Reguladores viam pornografia enquanto economia afundava

Numa altura em que se fala muito em regulação e que isso é a cura para o problema eis que...

"Funcionários sénior do regulador norte-americano Securities and Exchange Comission (SEC) passaram horas e horas a navegar em sites de pornografia em computadores governamentais enquanto estavam a ser pagos para controlar o sistema financeiro, disse uma agência de supervisão.

O inspector-geral do SEC conduziu 33 indícios de prova contra trabalhadores que viam imagens explícitas nos últimos cinco anos, de acordo com um relatório a que a «Associated Press» teve acesso.

O relatório aponta que 31 destes indícios ocorreram nos últimos dois anos e meio, desde que o sistema financeiro quase colapsou. Segundo o mesmo, este tipo de comportamento dos funcionários viola as leis de ética do país.

Este relatório, denunciado primeiro pela ABC News na passada quinta-feira, contém ainda alguns detalhes chocantes. Um advogado sénior dos escritórios do SEC em Washington passava mais de oito horas por dias a ver e descarregar pornografia. quando o seu disco ficou cheio, gravou CDs e DVDs, que guardava no seu escritório. O funcionário terá aceite despedir-se.

Outro caso, desta vez um contabilista foi bloqueado mais de 16 mil vezes num mês por visitar sites classificados como «Sexo» e «Pornografia». no entanto, conseguiu reunir uma grande quantidade de material no disco ao utilizar as imagens do Google que permitiam passar pelo filtro do SEC. O contabilista recusou testemunhar em sua própria defesa e recebeu uma suspensão de 14 dias."
Penso que não é preciso nem comentar.

0 Comentários: