Elevada Procura Será Sinal de Confiança na Dívida Portuguesa?

Segundo o secretário de Estado do Tesouro, apesar dos spreads serem preocupantes, o facto de ter havido procura mais que suficiente, para colocar toda a dívida emitida, é sinal de confiança dos investidores.

Eu, obviamente, não concordo, e acho que só há 2 razões para a procura não ser muito menor e para os juros não terem disparado para níveis inimagináveis.

Primeiro, o Banco Central Europeu continua a comprar dívida pública de vários países em apuros, entre os quais se encontra Portugal.

Segundo, os investidores acreditam que quando o Estado Português não pagar a sua dívida, alguém a pagará, ou o BCE, ou a Alemanha, etc..

Nenhuma destas razões me parece ser confiança, dos investidores, em que Portugal vá pôr as contas em ordem.

1 Comentários:

AG disse...

Pouco importa o que os tolos e os politicos acham, a taxa da divida de 3 anos já esteve a 4.80%! fixando-se a 4.628%. A métrica a ter em conta são os 5% a 3 anos que o FMI/UE empresta à Grécia. Quem chega lá primeiro? Irlanda ou Portugal? Um puxa o outro por isso já é irrelevante. A UE não vai deixar que a Irlanda peça ajuda hoje e Portugal daqui a 2 meses, para adiar a desgraça e ainda contaminar a Espanha. Vão os 2 receber ajuda e passar à solução e tenta-se estancar o problema depois disso logo a seguir é dito que o pacote de ajuda está fechado e não há mais. A Espanha fica entregue a si mesmo, senão é o fim do Euro.