O final do Quantitative Easing

Os governos, em 2009 inventaram o Quantitative Easing, que iria permitir estabilizar os mercados. Como os políticos e outros do mesmo género pensam que conseguem controlar tudo, mas não controlam nada, pensaram que iriam conseguir estabilizar os mercados, colocando dinheiro indiscriminadamente no mercado e especialmente em activos tóxicos. Como se pode ver no gráfico, essa medida teve 2 consequências.

Uma delas foi endividar os países para efectuar este QE, o outro foi de manter os preços artificialmente estáveis e claro está, quando tiraram a mãozinha debaixo os preços ajustam bruscamente e nesta altura estão a acrescentar um problema que é terem países à beira do default, com os mesmos problemas de 2009.

Mais uma ideia brilhante de uns idiotas sentados num gabinete a imaginarem o que fazer para "controlarem" o mercado. Mas o mercado é maior que eles como se está a provar. O que me assusta é que ainda não desistiram de pensar em medidas para controlar o mercado e quanto mais pensam mais sarilhos irão provocar. God help us.


1 Comentários:

AG disse...

MBS precisam de um comprador, já nem a PIMCO pega naquilo. Esperamos pelo QE 2.0 para mais 6 meses de rally.