Cuidado com o Leviatã


O Leviatã anda por aí…esse grande monstro, assustador, comilão de recursos, com enormes tentáculos que chegam a todos os sectores da economia, com uma certa tendência para coexistir na economia Portuguesa, com especial incidência em época de eleições…

Depois do TGV, do novo aeroporto, da terceira autoestrada Lisboa-Porto eis que é agora o metropolitano de Lisboa que decide em cerca de 10 anos, investir em mais 29 km de rede, 30 estações, num investimento de 2.500 milhões de euros.

O que significa, aumentar o número de estações e a dimensão da rede em cerca de 70%.

Não é de admirar que com uma derrapagem na dívida pública surjam rumores de uma nova revisão em baixa do rating soberano de Portugal. Aliás a sociedade de rating Fitch decidiu recentemente baixar o outlook de estável para negativo, já a antecipar uma eventual pioria do rating.

Fico no entanto por um lado descansado pois em Portugal quando se diz que a obra estará pronta em 2020, na realidade isso significa que a obra estará pronta apenas em 2040, pelo que o dispêndio de recursos será feito em prestações mais suaves.

Mas também fico apreensivo pois em Portugal quando se diz que a obra custará 2.500 milhões de euros, na realidade isso significa que a obra custará 5.000 milhões de euros.

Qual destes efeitos irá prevalecer? Veremos…

0 Comentários: